Pego pelo colarinho

O modelo do colarinho faz a diferença no momento de escolher a camisa. Nem sempre nos atentamos a isso, mas uma escolha certa é garantia de favorecimento ao rosto e pescoço do homem.

Pensando nisso, vejamos os modelos e as recomendações para cada um.

1 Francês – não tem botão e as pontas são “levemente” compridas. Combina com paletós mais esportivos e vai bem com rostos finos e compridos. É o básico pois vai bem tanto de dia quanto de noite.

 

 

2 Inglês – é mais comprido que o Francês  e bicudo. Vai bem com paletós mais modernos e escuros e combina com rostos redondos e pescoços curtos.

 

 

3 Italiano – é curto e com as pontas bem abertas. É um dos mais tradicionais e permite um nó de gravata mais volumoso.  Um costume escuro e ternos casam muito bem com ele.

 

 

4 Tradicional ou clássico – é o mais usado. Vai bem com todos os tipos de ternos.

 

 

 
5 Button down ou americano – Com botões. É o colarinho do dia a dia e fica mais adequado com paletós menos formais. É o ideal para quem tem rosto pequeno e prefere um nó menor na gravata.

 

 

Outras dicas:

– As pontas do colarinho devem tocar no corpo da camisa

– O melhor nó é aquele que fica bem ajustado ao colarinho

– O colarinho deve ter uma pequena folga de um dedo indicador entre a camisa e o pescoço.

Próximo post: Tudo sobre as gravatas

Aluguel de Terno

Você sabia que os modelos de 1, 2 e 3 botões podem ser usados em qualquer festa social, evento ou reunião. E o que diferencia a qualidade de um terno é o tecido e o corte. Os tecidos nobres em lã fria são os mais recomendados para eventos do mais alto nível social. Deixe os trajes industrializados e em tecidos sintéticos para o trabalho do dia a dia ou eventos mais simples , pois o nível de exigência é menor. Ternos em tecidos nobres e com caimento perfeito podem ser alugados na Maximu’s Rigor ou confecionados em  alfaiatarias de alto padrão, na Avenida Rebouças, 2947 – Pinheiros – São Paulo-SP. Telefones: (11) 3051-4237 / 5051-0173